1988, 25 de agosto – Grande incêndio do Chiado

Era quinta-feira, dia 25 de Agosto de 1988 e pelas 5 horas da manhã é dado o alerta de fogo no Chiado. O incêndio do Chiado deflagrou nos Armazéns Grandella, do lado da Rua do Carmo, em Lisboa. Em pleno coração da Baixa de Lisboa foram devorados pelas chamas e em menos de 5 horas vários edifícios, deixando em ruínas aquela zona histórica. O fogo consumiu 18 edifícios entre a Rua Garrett e a Rua Nova do Almada, maioritariamente zonas de comércio e serviços.
Mais de 1200 bombeiros combateram  o grande incêndio. Houve a lamentar duas vítimas mortais, um bombeiro e um morador, e o desespero de quem perdeu os seus bens ou o seu emprego.
Mas a recuperação iniciou-se, sendo concluída em 1999.
O gabinete de emergência, que então surgiu, para a avaliação dos prejuízos e a reconstrução funcionou no então Instituto de Seguros de Portugal, hoje ASF – Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões. As seguradoras terão pago o equivalente, hoje, a 20 milhões de euros em indemnizações.

 

Fonte:
Site oficial da RTP Notícias/ País, “Um fogo no coração de Lisboa. O incêndio do Chiado foi há 30 anos” por Andreia Martins, Sara Piteira-RTP, 26/08/2018
Imagem de Capa do jornal “O Independente”, 26/08/1988 – coleção Clube CHAPAS
Imagem de capa e contracapa do Jornal “Correio da Manhã”, 26 de agosto 1988 – coleção Clube CHAPAS